7 sugestões para proteger as crianças do sol | Pequenada
Início
>
Saúde & Crescimento
>
7 sugestões para proteger as crianças do sol

7 sugestões para proteger as crianças do sol

7 sugestões para proteger as crianças do sol
Criança protegida do sol
Crédito da Imagem: 1

O bom tempo traz a vontade de brincar ao ar livre e os passeios em família à praia, no entanto, a força do sol pode ser demais para a pele das crianças. Saiba como proteger as crianças do sol, sem deixar de aproveitar ao máximo o Verão.

  1. Protetor solar. O fator 50 ou 50+ é o mais indicado para crianças no que toca à aplicação de protetor solar, algo que deve ser feito frequentemente ao longo do dia (pelo menos de duas em duas horas). Os sprays e protetores solares que espalham facilmente são os mais indicados para crianças irrequietas que querem é ir brincar para a água. Se é difícil manter a criança sossegada o suficiente para colocar o protetor solar quando chega à praia, crie o hábito de o aplicar em casa antes mesmo de vestir a criança para sair.
  2. Óculos de sol. Mais do que um acessório de moda exclusivamente reservado aos adultos, os óculos de sol em ponto pequeno são essenciais para proteger os olhos das crianças dos raios UV nocivos. Até à adolescência as crianças simplesmente acumulam a radiação solar, daí que a proteção contra a mesma seja crucial, começando pelos óculos de sol. Como em tudo aquilo que diz respeito à pequenada, quanto mais cedo começarem a usar óculos de sol, mais depressa se vão habituar a eles. Para além disso, ficam tão giros!
  3. Chapéu ou boné. O rosto é uma das zonas do corpo que é mais afetada – diga-se negativamente – pela exposição solar, por isso, para além de a proteger com protetor solar, faça questão que a criança ande sempre de chapéu ou boné quando estiver ao sol. Este acessório é ainda importante para proteger a cabeça contra o calor da exposição solar (é muito fácil apanhar um escaldão no couro cabeludo!), evitando dores de cabeça e outros mal-estares.
  4. T-shirt. Os ombros e a zona do peito são, juntamente com o rosto, as áreas mais sensíveis à exposição solar, daí o uso frequente de t-shirts pelos miúdos quando estão na praia ou não piscina. Esta deve ser leve, fresca e de preferência branca ou de outra cor clara para refletir os raios solares.
  5. Água. Manter os níveis de hidratação do organismo da criança é fundamental em dias de calor. Como as crianças nem sempre se lembram de beber água porque estão demasiadas ocupadas a brincar e a fazer castelos na areia, é importante que os pais oferecem regularmente água aos filhos.
  6. Evitar as horas de maior calor. Seja no jardim de casa, na praia ou no campo, evite expor as crianças ao sol durante as horas de maior calor, ou seja, entre as 11h00 e as 16h00. Para além de evitar escaldões, queimaduras solares, fadiga e desidratação, esta pode ser uma excelente altura para as crianças dormirem a sesta, lerem juntos, irem até ao parque ou divertirem-se com um jogo imaginativo.
  7. Sombra saudável. É fundamental ter sempre uma alternativa ao sol, ou seja, uma sombra onde a criança possa descansar periodicamente da exposição solar – pode ser um guarda-sol ou uma míni-tenda. Faça intervalos regulares do sol, com a desculpa de colocarem protetor solar, beberem água, comerem um snack ou brincarem um bocadinho à sombra. 

Classifique o artigo