Início
>
Alimentação
>
Cozinhar com crianças: divertido e didáctico!

Cozinhar com crianças: divertido e didáctico!

Cozinhar com crianças: divertido e didáctico!
Criança a cozinhar
Crédito da Imagem: 1

As crianças vivem fascinadas com a cozinha e com tudo aquilo que lá encontram: água, panelas e tachos, recipientes grandes e pequenos, espátulas e colheres de pau. Nunca é cedo demais para deixar a pequenada pôr as mãos na massa, até porque cozinhar com as crianças é muito mais do que confeccionar alimentos – é passar tempo de qualidade juntos e aprender lições valiosas. Dê-lhes um avental, um chapéu de cozinheiro e deixe-os revelar o chef que há neles!

Deliciosamente divertido e didáctico

O tempo passado na cozinha, lado a lado com os seus pequenos cozinheiros, pode ser muito divertido e a melhor receita para uma tarde de sábado chuvosa! Em simultâneo, é uma escola saborosa bem disfarçada:

  • Matemática: seja partir três ovos ou medir meio litro de leite, será uma excelente forma de aprender a contar e/ou aperfeiçoar os conhecimentos dos números, medidas e quantidades.
  • Cultura: as receitas são, não raras vezes, uma viagem pelo mundo e uma forma engraçada de entrar nas casas e cozinhas de outros povos, abrindo as portas para conversas sobre costumes, línguas e paladares diferentes. Aproveite ainda para ensinar à pequenada as receitas que mais marcaram a sua infância e porquê!
  • Organização: cozinhar é uma excelente lição de planeamento e organização – antes de começar, veja a receita com a criança e verifiquem se têm todos os ingredientes necessários, saindo para comprar o que falta. De regresso à cozinha, preparem os utensílios e ingredientes, colocando tudo em cima da bancada de forma ordeira, depois é só distribuir tarefas!
  • Seguir as indicações: por norma, uma receita bem-sucedida exige o cumprimento rigoroso de cada passo, o que é uma boa aprendizagem para projectos que requerem um princípio, meio e fim para serem bem executados. Mas já sabe, as crianças ficam facilmente excitadas e distraídas, por isso, pode ter de repetir instruções várias vezes!
  • Responsabilidade: a atribuição de uma tarefa na cozinha – adequada a cada idade – é muito importante para as crianças. Uma vez terminada a receita, não se esqueça de envolver a pequenada na limpeza da cozinha, igualmente relevante!

Alerta na cozinha

Para que as experiências culinárias sejam sempre divertidas e dignas de recordações para mais tarde recordar – por bons motivos apenas – na cozinha as crianças necessitam de supervisão constante. Nunca será demais recordar os principais cuidados a ter:

  • Prender cabelos compridos e arregaçar as mangas.
  • Lavar sempre as mãos antes de tocar nos alimentos.
  • Nada de utilizar facas ou outros utensílios cortantes.
  • Manter as crianças longe do fogão/forno.
  • Evitar o contacto e manuseamento de pequenos electrodomésticos (batedeira, varinha mágica, picadora, robots multifunções, liquidificador, espremedor, abre-latas…)
  • As crianças adoram estar ao nível dos adultos e o primeiro instinto é subirem para um banco, de forma a poderem “trabalhar” na bancada como gente grande! Desde que o banco seja seguro e se tratar de miúdos mais velhos, não haverá problema, no entanto, para cozinheiros mais pequenos, o ideal é os adultos descerem até à sua altura: improvise um espaço de trabalho na mesa da cozinha, numa mesa mais baixa (as infantis, por exemplo) ou até no chão, sobre uma manta.

Mãos na massa

Quer chamar as crianças para a cozinha na hora de fazer um bolo ou de preparar o jantar mas não sabe que tarefas pode ou deve atribuir-lhes?

Os mais novos podem:

  • Lavar fruta e vegetais.
  • Retirar o excesso de água da alface com o centrifugador próprio.
  • Peneirar farinha.
  • Misturar alimentos com uma colher de pau.
  • Amassar massa para pão, bolos ou pizza.
  • Decorar as pizzas com os ingredientes já preparados e divididos em tigelas distintas.
  • Cortar a massa em formas diferentes com recurso aos cortadores de bolachas.
  • Com todos os ingredientes reunidos (para um bolo, por exemplo), despeje o conteúdo para um saco plástico grande com fecho hermético e deixe a criança amassar. Depois, basta cortar uma esquina do saco e vazar para a forma.
  • Encher as formas dos muffins com uma colher.
  • Decorar bolos com pepitas de chocolate, gomas, nozes ou fruta.

Os mais velhos podem:

  • Cortar fruta e vegetais (pimentos, cogumelos, bananas…) com uma tesoura de criança.
  • Fazer gelo ou gelados – encher as cuvetes e transportá-las para o congelador. 
  • Partir, separar e bater ovos com uma varinha manual.
  • Cortar alimentos com a picadora manual.
  • Medir os diferentes ingredientes.
  • Misturar e bater alimentos com uma colher de pau ou varinha manual.
  • Untar as formas dos muffins e bolos.
  • Barrar bolos com a cobertura própria.
  • Fazer sanduíches (com pão de forma e os restantes ingredientes já expostos).
  • Ler as receitas em voz alta enquanto você cozinha.

Classifique o artigo