Como evitar que as crianças vejam demasiada TV | Pequenada
Início
>
Educação
>
Como evitar que as crianças vejam demasiada TV

Como evitar que as crianças vejam demasiada TV

Como evitar que as crianças vejam demasiada TV
Crianças a ver TV
Crédito da Imagem: 1

Ouvimos, frequentemente, pessoas de faixas etárias mais velhas apontarem a televisão como um dos grandes responsáveis pela falta de educação, de capacidade de sociabilização e de desenvolvimento das gerações mais novas. É preciso, porém, encararmos este meio de comunicação exatamente do modo oposto. Desde que bem usada, a televisão pode ser mais uma entre as muitas formas que os pais têm à sua disposição, hoje em dia, para educarem os seus filhos. Mune-se destas estratégias e faça da televisão um aliado e não um inimigo na vida da pequenada!

Não faça da TV uma companhia

Antes de mais, é imprescindível que ensine os seus filhos a não encarar a televisão como uma companhia ou um barulho de fundo. Ela só deve estar ligada quando efetivamente alguém estiver a ver algum programa devidamente selecionado. Além disso, antes de ligar a televisão, mude a pergunta que faz aos seus filhos. Troque a questão “Querem ver TV?” por outra como “O que vamos ver hoje?” ou “E se víssemos aquele programa dos animais selvagens?”.

Controle o tempo

É importante que encare a televisão como encara os doces ou o açúcar. Deve deixar os seus filhos consumi-la, mas com moderação. Para isso, deverá estipular um tempo diário para que estejam em frente à TV. Esse tempo deve ser definido de acordo com a sua faixa etária. Os especialistas defendem que crianças com menos de 2 anos não devem ver mais do que 15 minutos diários, uma vez que um período superior poderá interferir com as suas reações cerebrais. Esse período diário deve ser gradualmente aumentado à medida que a criança também vai crescendo. Com 4 anos, já poderá ver cerca de uma hora de televisão por dia.

Escolha os programas e privilegie os mais calmos

Para que possam tirar partido máximo dos conteúdos televisivos, as crianças devem ser ensinadas a escolher os programas certos. Instigue-as a procurar conteúdos educativos e enriquecedores que as levem à descoberta do mundo. Numa fase inicial, deve igualmente ter um outro cuidado, o de estimular somente o visionamento de programas calmos. Isto fará com que tenham tempo de processar e absorver a informação. Do mesmo modo, programas com demasiada ação podem ser mal absorvidos e desencadear situações de agitação, pesadelos e comportamentos violentos.

Assista aos programas com os seus filhos

Nada melhor para limitar o tempo que as crianças passam à frente da TV, assim como os conteúdos que visionam, do que fazer do “ver televisão”, um programa de família. Selecione os programas consoante a idade da criança e transmita-lhe os filtros que já for capaz de compreender. Além de ser uma medida educativa, este truque faz com que as crianças assumam que só irão ver televisão naquele momento que já está previamente definido pelos pais, o que ajuda a diminuir a habituação e, consequentemente, a dependência.

Amplie o conteúdo dos programas para lá da TV

É essencial que reserve algum do seu tempo para explicar, esclarecer ou acrescentar informações sobre o que viram na televisão. Use livros, jogos, ilustrações, o que entender. O importante é despertar o interesse dos seus filhos e não deixar dúvidas no ar. Além disso, esta é uma excelente estratégia para diminuir o tempo que as crianças passam a ver televisão e encaminhá-las para outras atividades, igualmente importantes.

Outras estratégias a adotar

  • Defina um horário durante o qual as crianças poderão ver TV. Esse horário deverá ser criteriosamente seguido e não deverá ocupar o lugar de outras atividades.
  • Não coloque uma televisão no quarto das crianças, pois, isso pode levar a que a pequenada se refugie no quarto e em horas e horas de programas televisivos. A TV deve estar restrita à sala e, eventualmente, à cozinha, no entanto, estes locais também devem ter à disposição outras coisas para entreter as crianças, como jogos, livros e brinquedos.
  • Proporcione outros meios de "cultura da imagem'' às crianças que não apenas a televisão: cinema, teatro, espetáculos musicais, museus, a leitura de livros na hora do conto...
  • À hora da refeição, desligue a televisão e concentre-se no convívio entre a família.
  • Organize atividades diferentes para fazer com os seus filhos – dedique-lhes mais tempo e não os deixe “abandonados” à TV.
  • Os filhos têm os pais como principais exemplos e, geralmente, copiam boa parte dos seus comportamentos. Portanto, o ideal é que os adultos também não passem muitas horas a ver televisão.

Classifique o artigo