Como convencer a pequenada a comer fruta | Pequenada
Início
>
Alimentação
>
Como convencer a pequenada a comer fruta

Como convencer a pequenada a comer fruta

Como convencer a pequenada a comer fruta
Criança com uma maça na mão
Crédito da Imagem: 1

No mundo dos miúdos fruta não é sinónimo de sobremesa e é quase sempre vista com desconfiança e de soslaio ou, pior, com um protesto barulhento. A roda dos alimentos alerta para a importância da fruta na nossa dieta, mais especificamente 3 a 5 peças médias por dia. Quanto mais tarde (tentar) habituar a pequenada a comer fruta, mais resistência encontrará, por isso, inspire-se nestes truques e traga já hoje a fruta para a mesa… é de “pequenina que se torce a tangerina”!

  • Uma salada de fruta colorida e apresentada na sua taça preferida (nem que seja na dos cereais!) é sempre apetecível… mesmo que comecem a escolher umas frutas em detrimento das outras, o importante é que ingiram alguma!
  • Utilize, por exemplo, os moldes de bolachas para cortar a fruta em formas divertidas como corações ou estrelas; ou então prepare “espetadas” de frutas. Os miúdos adoram comer a brincar, por isso, faça-lhes a vontade.
  • Um batido de frutas, principalmente no Verão, é algo que pode ter no frigorífico para a pequenada ir bebendo ao longo de uma tarde de sábado ou domingo, assegurando assim o consumo de importantes nutrientes.
  • Se tiver um espremedor de fruta (seja manual ou eléctrico) envolva as crianças na confecção de sumos 100% naturais, nomeadamente no Inverno, altura em que as laranjas estão no seu melhor e em que mais precisamos de vitamina C. Não vão conseguir resistir ao sumo que eles próprios prepararam!
  • Sempre que fizer gelatina, faça questão de incluir pedaços de fruta pelo meio. Para uma sobremesa alternativa, porque não um banana split?
  • De vez em quando surpreenda-os com panquecas ou crepes, servindo-os com diversas taças de fruta para eles escolherem (e comerem!) as suas próprias coberturas.
  • Experimente congelar fruta, nomeadamente morangos e bananas, colocando-os num pau, o que lhes faz parecer chupa-chupas… as crianças vão adorar estes sabores e texturas alternativas!
  • Não se esqueça que os frutos secos também são fruta, por isso, tenha sempre na despensa amêndoas, amendoins, cajus, avelãs, nozes, pinhões, passas de corinto, ameixas, damascos e figos secos. São um óptimo snack!
  • No Verão, façam os vossos próprios gelados (existem cuvettes específicas para estes mimos refrescantes!) com recurso a sumos de fruta 100% naturais.
  • Existem inúmeras receitas de doces fáceis e nutritivos que têm na fruta um dos seus principais ingredientes: queques de banana e chocolate, pizza de fruta, tarte de ruibarbo e mirtilos, mousse de maçã, bolo de laranja, tarte de morangos… Esta é uma das formas mais inteligentes e saborosas de assegurar a porção diária recomendada de fruta dos seus filhos.
  • Sempre que estiverem em casa (fim de semana, feriados, férias) deixe um prato ou taça com fruta cortada junto do local onde as crianças estão a brincar para irem trincando.
  • A hora do lanche é uma das melhores refeições para integrar a fruta: faça uma mistura original de cereais, nozes e uvas passas; junte pedaços de fruta, como banana, kiwi ou morango ao iogurte ou então aos seus cereais preferidos; sirva bolachas ou tostas com fatias finas de queijo e maçã; asse um tabuleiro de castanhas.
  • Da próxima vez que for ao supermercado, dê ao seu filho(a) a possibilidade de escolher uma fruta ao seu gosto, combinando que essa será a sobremesa que vão preparar juntos para o almoço ou o jantar. Repita a experiência sempre que possível, incentivando a pequenada a escolher sempre uma fruta diferente.
  • Como adulto, mostre aos miúdos o quanto gosta de fruta, da sua enorme diversidade e das várias maneiras de serem consumidas: como sabe, as crianças imitam tudo e esta é uma atitude que vale a pena transmitir.