8 dicas para lidar com crianças que não querem comer | Pequenada
Início
>
Alimentação
>
8 dicas para lidar com crianças que não querem comer

8 dicas para lidar com crianças que não querem comer

8 dicas para lidar com crianças que não querem comer
Criança a lanchar
Crédito da Imagem: 1

Todas as crianças passam, numa ou noutra altura, por uma fase em que não querem comer ou apenas querem comer determinados alimentos. Para evitar horas passadas à mesa com crianças em lágrimas ou a fazer birras, para evitar ter de confecionar pratos diferentes do resto da família e conseguir que a pequenada se alimente, mune-se destas dicas.

  1. A apresentação também conta. A forma como a comida é apresentada também conta muito, até porque as crianças muitas vezes comem mais com os olhos do que pela boca. Enfeitar as batatas com uma cara sorridente ou cortar o hambúrguer com um molde divertido pode ser o suficiente para evitar mais uma birra à hora do jantar. Pode precisar de puxar pela criatividade e claro que vai dar mais trabalho, mas também vai dar outra alegria à mesa das refeições e aos seus filhos. Se comer fruta e legumes parecia uma missão impossível com as crianças, vai rapidamente deixar de ser!
  2. Evite forçar. Todos temos certamente a memória de, na nossa infância, termos sido forçados a comer e a engolir algo que não queríamos ou não gostávamos de comer. Não foi muito agradável, pois não? Evite fazer o mesmo com o seu filho – se a refeição chegou ao ponto em que tem de forçar e a criança já ameaça ou mostra sinais de vómito, não vale a pena continuar a insistir. Amanhã é outro dia e se mais tarde a criança tiver fome dê-lhe um copo de leite ou uma peça de fruta.
  3. Envolver as crianças no ato de cozinhar. Uma das melhores formas de incentivar as crianças a comerem é envolvê-las em todo o processo culinário – desde a ajuda na escolha dos ingredientes no supermercado até à própria confeção das refeições na cozinha. Quem não vai querer provar aquilo que ajudou a preparar?
  4. Ordens à mesa não. Passar a hora da refeição a dizer “come a carne” ou “come os vegetais” é desgastante para pais e para crianças que, ouvindo uma ordem têm muitas vezes a tendência de desafiar e fazer exatamente o contrário. Deixe a criança comer ao seu ritmo, sem dar ordens – se necessário, coloque-a a jantar alguns minutos antes do resto da família, para lhe dar algum tempo de avanço.
  5. Snacks saudáveis. Por experiência própria, os pais já sabem que nem sempre as crianças comem o suficiente à hora da refeição, daí a importância dos snacks saudáveis durante o dia. Embora deva evitar dar snacks muito próximo da hora da refeição, este reforço alimentar é extremamente importante para as crianças que tendem a comer mal durante as refeições principais. Se não jantar tudo, por exemplo, não terá de se preocupar, nem fazer ultimatos porque a criança comeu um bom lanche.
  6. Ídolos que se alimentam. Precisa de uma estratégia rápida e infalível para que o pequeno João coma a sopa de uma vez por todas? Recorra aos seus desenhados animados ou personagens de brincadeira preferidas, dizendo-lhes que a “Hello Kitty adora puré e come sempre tudo para estar sempre bonito” ou “o Super-homem é forte porque come sempre a carne e os vegetais que a mãe lhe põe no prato”. Inspiração garantida.
  7. Novidades vs. Favoritos. Embora seja muitas vezes mais fácil fazer exclusivamente as refeições que as crianças mais apreciam para assegurar que comam, também é necessário um equilíbrio nutricional, o que implica a introdução de novos alimentos na dieta da pequenada. Faça isso de forma lenta e com uma boa dose de paciência, porque se a novidade é apelativa para uns, pode ser motivo de birra para outros. Para ajudar a introduzir novidades alimentares à hora da refeição, confecione-as juntamente com algo que a criança goste.
  8. Dê o exemplo. As crianças estão constantemente a imitar os adultos e embora possam parecer distraídos, são tudo menos isso. Se quiser que a sua criança coma bem em todas as refeições, dê o exemplo. Se comer só uma sopa porque está de dieta, pense na mensagem que estará a passar ao seu filho que tem um prato cheio de comida à sua frente. O melhor ensinamento é através do exemplo.

Classifique o artigo