Início
>
Educação
>
7 dicas para criar uma criança que adora ler

7 dicas para criar uma criança que adora ler

7 dicas para criar uma criança que adora ler
Criança interessada em livros
Crédito da Imagem: 1

Já o velho ditado diz que “é de pequenino que se torce o pepino” e muitas das coisas que as crianças aprendem ainda novas, ficarão com elas para sempre. A leitura pode ser uma dessas coisas com as quais as crianças contactam ainda pequenas e passa a ser um prazer que as acompanha ao longo de toda a vida. Para além de ser um passatempo maravilhoso, que potencia o vocabulário de uma criança, ler estimula a criação de novas células cerebrais e incentiva a ligação entre muitas outras. Quando é que foi a última vez que leu com o seu filho?

  1. Em voz alta. Crie o hábito de ler em voz alta para o seu filho todos os dias, seja depois do jantar ou antes da hora de dormir. Conforme a idade da criança, pode ser um livro simples, que pode ser lido de uma só vez; ou então um livro mais completo que pode ser continuado na noite seguinte. Vai ver que esta depressa tornar-se-á numa rotina pela qual a criança anseia.
  2. Agora é a tua vez. Se a criança já souber ler ou então precisa de praticar mais um pouco, deixe que seja ela a escolher o livro que ela quiser ler para si. Para que não haja desistências a meio, se verificar que a criança estiver a ficar cansada, retome você a leitura. Outra opção é lerem alternadamente ou cada um ser uma das personagens do livro. O importante é mesmo lerem e chegarem ao fim da história.
  3. Espaço para ler. Se possível, tenham em casa um espaço confortável e acolhedor, inteiramente dedicado à leitura. Deve ser um local sossegado, sem televisão ou outras coisas que possam interromper quem procura um pouco de silêncio para ler. Assim, a criança sabe que tem sempre um sítio especial onde pode sentar-se e ler um bom livro, quer seja sozinha ou acompanhada.
  4. A minha biblioteca. Inscreva-se na biblioteca da sua cidade e se a criança também o puder fazer, tanto melhor! Assim, terão um local que podem visitar regularmente, onde podem passar algum tempo de qualidade juntos e escolher livros do vosso agrado, gratuitamente. Para além de ter o estímulo da leitura em toda a parte, a criança terá a responsabilidade de tomar conta dos livros emprestados e devolvê-los na data certa. Em adição, muitas bibliotecas têm horas do conto e outras atividades dedicadas à leitura e direcionadas exclusivamente às crianças.
  5. Clube de leitura. Não têm de pertencer a um clube de leitura ou a uma comunidade de leitores para falarem sobre os livros que leem – podem fazê-lo sempre que terminarem um livro ou pode sempre questionar a criança sobre o que leu na escola. Falem sobre as personagens preferidas, o que gostaram mais e menos, se o final foi o que esperavam ou se alteravam alguma coisa e, claro, se querem procurar mais livros escritos pelo mesmo autor.
  6. O que quer dizer isto? Compre um dicionário – adequado à idade da criança – e ensine-a a utilizá-lo. Assim, cada vez que surgir uma palavra que a criança não percebe, quer seja em conversa, ou na leitura, terá o incentivo para ir procurar o seu significado. Se a criança não conseguir fazê-lo sozinho, façam-no em conjunto: esta é uma boa forma de aprendizagem e de tornar a leitura mais fácil e compreensível.
  7. Coleção variada. Tal como o dicionário, também deve procurar incentivar a criança a ler outro tipo de livros, para além das tradicionais histórias ou contos infantis. Podem, por exemplo, adquirir ou trazer da biblioteca livros relacionados com algum tema que a criança goste particularmente como gatos ou estrelas – assim aliam uma aprendizagem ainda mais significativa à leitura. Podem também cozinhar em conjunto uma vez por semana, lendo em conjunto a partir de um livro de receitas.

Classifique o artigo