6 dicas para criar uma criança que adora música | Pequenada
Início
>
Educação
>
6 dicas para criar uma criança que adora música

6 dicas para criar uma criança que adora música

6 dicas para criar uma criança que adora música
Criança que adora música
Crédito da Imagem: 1

A música é uma forma de expressão artística que sabe bem ouvir e tocar, que é uma excelente companhia e algo a ser desfrutado ao longo de toda uma vida, começando pela infância. Se é verdade que até os bebés são recetivos à música enquanto estão na barriga das suas mães, então imagine os miúdos mais crescidos. Saiba como incorporar a música na vida das suas crianças e deixe que se apaixonem pela arte do som.

  1. Cantar, alto e a bom som. Não há melhor forma de introduzir música a uma criança do que através do canto – mesmo que não tenha a melhor voz do mundo, ligue o rádio ou ponha um CD a tocar e cante para o seu filho… ele vai adorar e não tarda nada está a acompanhá-lo nas suas cantigas. Para além de ser uma forma de desenvolver o vocabulário da criança, esta é uma atividade divertida que podem fazer enquanto se vestem para sair ou no carro a caminho da escola. Se estiverem em casa num dia de chuva, aproveitem para cantar e dançar juntos… a pequenada vai adorar!
  2. De todos os estilos. Quem adora música normalmente aprecia vários géneros musicais em simultâneo e introduzir a música na vida de uma criança passa por mostrar-lhe um pouco de tudo. Encha a casa de música clássica, infantil, pop, jazz… e aproveitem os diferentes ambientes criados para realizarem atividades adequadas à mesma. Esta é uma excelente forma de mostrar à criança a diversidade musical existente, ajudando-a a definir os estilos que mais aprecia.
  3. Assistir a concertos. Uma das melhores experiências musicais passa por assistir a um concerto ao vivo, por isso, sempre que possível leve a criança a concertos de música – podem ser concertos infantis na biblioteca local, concertos de Natal na igreja ou um concerto de jazz ao ar livre. O que importa é que permita o contacto da criança com o espetáculo que é ouvir, sentir e cantar música ao vivo.
  4. Brinquedos musicais. Vem aí mais um aniversário infantil e quer investir num brinquedo novo, mas não sabe qual? Compre um brinquedo musical para incentivar a musicalidade da criança e deixa-a descobrir e tocar o instrumento à vontade… mesmo que não seja música para os ouvidos de ninguém! Em conjunto com os irmãos ou com os amigos, motive as crianças a formarem a sua própria banda e deixe-os “tocar música” à vontade, mesmo que seja apenas com panelas e colheres de pau.
  5. A minha playlist. A música é um estímulo sensorial, mas também uma forma de inspiração e criatividade, por isso, deixe que a criança escolha as suas próprias músicas: quer seja na compra de um novo CD, na requisição de CDs na biblioteca local ou na transferência de temas musicais para um MP3, caso a sua idade lhe permita ter um. Motive-a a variar aquilo que está a ouvir sempre que possível, adequando a música à hora de brincar e de deitar, por exemplo.
  6. Aulas a sério. Se a criança em questão já for mais crescida e demonstrar não só o interesse, mas também um talento especial para determinado instrumento musical, então inscrevê-la em aulas pode ser uma excelente ideia. Sabia que uma criança irá praticar e ser mais bem-sucedida com um instrumento se apreciar particularmente o seu som? Por isso, é importante que seja ela e não os pais a escolher o instrumento musical a aperfeiçoar. Mas isso não quer dizer que não deva participar na sua aprendizagem musical: incentive-a a praticar o seu instrumento em casa e até dar pequenos concertos para a família; apareça 5 minutos antes de a sua aula terminar para poder ouvi-la tocar um pouco; esteja sempre presente nos seus recitais e concertos, gravando-os para mais tarde recordar.

Classifique o artigo